sexta-feira, 17 de março de 2017

Os Anjos não envelhecem


2 comentários:

Unknown disse...

Boa noite!
Estou passando para compartilhar minha experiência na leitura deste livro. Tive acesso por intermédio da amiga Silvia de Fátima, que gentilmente presenteou a escola com um exemplar. A capa chamou minha atenção...dias depois iniciei a leitura.Minha busca era conforto pela perda recente da minha mãe. Com as primeiras páginas comecei a buscar sintonia com meu anjo, a partir das dicas do final dos textos. A sensação era muito boa, posso afirmar que era de consolo, conforto, acalanto. Comecei a ler primeiro as dicas, e depois os textos. Impressionante como meu anjo tem encaminhado esta leitura. Abro o livro na dica que vem de encontro com minhas dores. Sendo assim, minha leitura tem sido aleatória, não estou preocupada com a sequência de páginas, mas sim com as dicas. Tenho conseguido manter contato constante com meu anjo. O vazio que enfrento com a perda da minha mãe querida tem sido amenizado com estas leituras. Penso que o anjo da autora deve ser amigo do meu... Ainda há muito o que ler. Tenho levado o livro para lugares onde tenho que aguardar para ser atendida, e em casa ele me acompanha na cabeceira da cama. E fico pensando na inspiração da autora para tais palavras. O que mais quero é que outras pessoas conheçam o livro e sejam consoladas como estou sendo. Este livro tem poder de transformação espiritual. Gratidão e bençãos para a autora e para a amiga Silvia de Fátima.

Rita Elisa Seda disse...

Querida amiga... eu sempre estou em oração, às 3h da manhã, pelas pessoas que estão lendo o livro Os Anjos não envelhecem. Peço para que meu Anjo converse com o Anjo delas e que abra uma porta, durante a leitura do livro, para que o Divino se faça presente.
Sabe... Deus podia chegar e pessoalmente falar com Nossa Senhora para ela ser mãe de Jesus, mas Deus mandou o Anjo Gabriel; Deus podia curar Tobit da cegueira e expulsar o demônio que importunava Sara, mas Deus mandou o Anjo Rafael para mostrar como fazer para acontecer a cura e para prender o maligno no deserto; Deus podia simplesmente derrotar Lúcifer quanto ele queria sentar-se no trono de Deus, mas ele deixou que o Arcanjo Miguel agisse.
Então... quem somos nós para não nos apegarmos aos Anjos?
Se cada um tem um Anjo da Guarda, exclusivo, com o poder de levar nossas orações a Deus e de nos proteger na caminhada, devemos manter esse contato diário, pois depende muito de nosso querer. O livre-arbítrio humano é muito forte para Deus e para os Anjos. Precisamos querer. Você quis, abriu a porta de sua alma para essa compreensão, por isso recebe os benefícios divinos. Desejo-lhe sua alma seja acalentada pela cura divina. Seja feliz.